A consultoria na captação de água subterrânea é um dos serviços oferecidos pela Wasser. O recurso é proveniente de poços artesianos e rasos, aquíferos, entre outros, e pode ser usado como uma alternativa às formas convencionais. Além disso, esse modelo visa reduzir o volume de água captada, dos efluentes descartados e também do consumo do recurso.

Esta pode ser uma excelente forma de otimização dos recursos hídricos para a sua empresa. Por isso, neste artigo vamos listar cinco vantagens da captação de água subterrânea para que você entenda os benefícios de contratar a Wasser para realizar a consultoria desse serviço para o seu negócio.

Entre os diversos benefícios deste formato para as empresas, se destacam:

– Menor prazo de execução de obras;

– Investimentos de captação são baixos quando comparados com as águas superficiais, pois dispensa obras de construção de barragens, adutoras e estações de tratamento;

– O sistema de abastecimento água é simples;

– É um modelo sustentável: o seu impacto ambiental é bem menor do que o de uma barragem, por exemplo.

– Menor custo de manutenção e operação, já que o líquido sai do poço praticamente pronto para uso, precisando apenas passar pelos processos de cloração/fluoretação.

A captação de água subterrânea garante que a sua empresa tenha um maior controle da qualidade e também no consumo do líquido. A Wasser tem expertise para orientar a implantação do sistema de coleta de água e o tratamento adequado para utilização e reutilização do líquido. Contamos com um time de especialistas que fará todo o levantamento do local para oferecer soluções para o seu negócio.

Com vasta experiência de mercado e conhecimento do lençol aquífero, garantimos a consultoria da realização de todo o ciclo, desde a perfuração até a legalização e manutenção do poço, com um alto índice de assertividade na perfuração.

Converse agora com um de nossos especialistas e conheça todas as soluções que a Wasser tem para oferecer ao seu negócio.

DIFERENÇAS ENTRE POÇOS ARTESIANOS

Você sabia que os poços são um dos recursos mais usados para conseguir água no Brasil? Isso acontece porque a distribuição e abastecimento de água no país é defeituosa ou insuficiente. Principalmente se estamos falando de criação de poços artesanais para distribuir água para empresas. Dessa forma, é preciso recorrer aos poços artesianos, simples ou semi artesianos. Se você não sabe quais as diferenças entre poços, então continue a leitura e descubra agora!

Tipos de poços

Poço simples

É um poço perfurado manualmente até chegar ao início do lençol freático, ou melhor, na primeira reserva de água próxima à superfície. Não é tão profundo, geralmente chega aos 20 metros de profundidade. Entretanto, este tipo de poço tem uma enorme facilidade de se contaminar pela através da água da chuva, com a queda de insetos ou animais.

Poço Semi artesiano

Este é um pouco mais profundo. Tem cerca de 20 a 50 metros de profundidade e capta reservas mais distantes. O Semi artesiano extrai a água através de bombeamento, com uso de compressores de ar ou bombas submersas. Sua principal diferença do poço simples é que este não é contaminado pelas águas das chuvas. Pois se trata de um poço tubular com pré-filtro e filtro para reter as impurezas.

Poço artesiano

Este é o mais profundo de todos. O poço artesiano pode variar de 50 a 2000 metros de profundidade. Consegue captar as reservas de água mais profundas, os Aquíferos. Este pode ser um poço jorrante ou não, ou seja, pode ser necessário o uso da bomba ou não. Quando o nível da água é constante e ela se eleva por si mesma, chamamos de fenômeno do artesianismo.

Outra questão não menos importante é que, a água mais profunda é extremamente limpa, por isso geralmente não precisa de filtros em suas tubulações.  Para conseguir ir tão fundo, existem 3 tipos de perfurações que vão da boca do poço até o reservatório de água. São elas:

1. Perfuração rotativa

Uma broca perfura o solo injetando uma haste e uma coluna de perfuração. Em seguida, o tubo é revestido e suas paredes cimentadas.

2. Perfuração à percussão

Quando as rochas são muito duras, uma perfuração convencional é ineficiente. Nesse caso, é necessário o uso de uma ferramenta, o trépano, que eleva e lança pesos sobre a rocha a fim de esmagá-la, gerando um furo circular.

3. Perfuração roto-pneumática

Utilizando um martelo aliado a uma broca rotacional em alta frequência, é possível triturar a rocha e realizar a captação de água subterrânea. A próxima etapa é retirar os resíduos para liberar a passagem do maior volume de água possível, essa limpeza é feita por um compressor ou uma bomba submersa. Na sequência é realizada a cimentação e a proteção sanitária, além da instalação da bomba. O próximo passo é realizar um diagnóstico da água encontrada. (Clique aqui para saber mais dessa segunda etapa de captação de água)

Contrate a empresa certa para perfurar o seu poço artesiano!

Através do auxílio do Dr. Água Wasser, receba uma consultoria sobre o consumo sustentável de água! Clique aqui para conhecer mais dos nossos serviços ou acesse nosso Instagram.

 

Abrir mais Artigos
Descubra o perfil de consumo de água da sua empresa. Quero reduzir meus custos

Pronto para ser mais eficiente?